IMPORTANTE:

Aos visitantes de Portugal:
Este blogue é anterior ao Novo Programa de Português do Ensino Básico (NPPEB)

Aos visitantes de outros países:
Todas as afirmações que aqui são feitas referem-se ao português de Portugal (e não ao português do Brasil ou dos países africanos). Por favor, tenham isso em atenção!

30/11/09

AS FÁBULAS



CARACTERÍSTICAS - A fábula é um género narrativo que surgiu no Oriente, mas foi particularmente desenvolvido por um escravo chamado Esopo, que viveu no século VI a.C., na Grécia antiga. Esopo inventava histórias em que os animais eram os personagens, que se tornavam exemplos para o ser humano. Cada bicho simboliza algum aspecto ou qualidade do homem: por exemplo, o leão representa a força; a raposa, a astúcia; a formiga, o trabalho etc.

A temática é variada e trata assuntos como a vitória da fraqueza sobre a força, da bondade sobre a astúcia e a derrota de preguiçosos.
A fábula é, pois, uma narrativa inverosímil, com intenção didáctica. Por meio dos diálogos entre os bichos e das situações que os envolviam, a fábula pretende transmitir sabedoria e uma moral. As fabulas são narrativas curtas, nas quais os personagens são animais, que mostra sempre, no final, uma lição de moral!

PRINCIPAIS AUTORES DE FÁBULAS - Esopo foi o primeiro grande autor de fábulas, na Grécia Antiga. Em Roma, no séc. I. temos Fedro, outro grande autor. La Fontaine foi outro grande fabulista, vivendo em França, no séc. XVII. Em Portugal, os principais autores de fábulas foram Sá de Miranda (séc. XVI) e Bocage (séc. XVIII). 

DOWNLOAD DESTE TEXTO EM PDF, AQUI

Sem comentários: